quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Nada dá jeito

Durante muito tempo pé atrás, agora em suas mãos.
Intensa, meia frase diz  muito.
Uma palavra faz sentir tudo
E uma frase inteira diz menos que nada.

Quebra de rotinas não são fáceis,
Mas ás vezes necessárias.
Cada corda do violão toca aquele sorriso.
Cada música de amor, canta bons momentos.

A casa está arrumada,
Os móveis no lugar
E a roupa de cama trocada.

Mas por dentro a bagunça precisa ser arrumada
Arrumada para conseguir encaixar as coisas
As pessoas, as prioridades.

Razão na frente de sentimentos,
Sentimento passando por cima da razão.

Conversas em meio a lágrimas,
Lembranças navegando em sorrisos,
Vontades que insistem em gritar
E dúvidas que insistem em persistir.

Nada dá jeito,
Nem cigarros, nem bebida,
Nem filmes e nem livros.

Saudades de entes queridos,
Felicidade pelo guardião de sua vida,
Tristeza repentina
E saúde afetada

Não tem sido fácil,
Pra você, nem pra ninguém.
Mas há esperanças de dias melhores
Só por hoje, não assista os noticiários.


Foto: Tumblr