quarta-feira, 17 de junho de 2015

Permita-se

Alguns fardos são necessários. Alguns erros sempre serão lembrados.

Algumas vidas cruzadas se perderam no caminho. E outras, que de tão perdidas se encontraram.

Alguns sorrisos que foram trocados na infância, se completam até hoje. Olhares que se desviavam,  hoje se conversam.

Aprende-se que a vida te joga na cara as verdades que você não quer enxergar. E que o destino,  por mais surpreendente ou não que ele seja,  já está escrito a tempos.

A rotina do dia a dia é interminável e as horas de descanso passam no piscar dos olhos.

No papel "escreva-se",  porque fazendo isso tira o peso que a rotina traz.

Na vida "transborde-se", pois ninguém tem obrigação se ser a medida correta sempre.

No desafio "arrisque-se",   porque a zona de conforto não te leva a lugar algum.

Com o destino "permite-se".