quarta-feira, 19 de julho de 2017

Você é poema

Eu disse a mim mesma que não escreveria sobre amor,
É um saco falar sempre da mesma coisa, eu sei. Mas escrevo porque preciso te dizer
Que você é poema da cabeça aos pés.

Cada fio de cabelo emaranhado
E cada traço do teu rosto é um verso escondido. Você tem que saber que seu sorriso é poema,
Seus olhos escuros também.

Quem te vê na rua andando despreocupado,
Sabe que tem poema em cada passo teu. Tem poema nas músicas que você escuta
E quando faz charme enquanto canta. Você é poema que não se entende,
Daqueles que a gente se perde na leitura,
E tem que voltar ao começo,
Mas quando chega ao fim o coração está num ritmo acelerado. Eu te leio de novo,
Não para te decorar,
Sei que tu é uma constante mudança,
Mas eu quero sempre me lembrar de como é bom te ler. Escrevo sobre o amor,
Disse que não escreveria.
O lado bom disso é que te eternizo em cada palavra,
Porque gente que é poema, sempre é lembrado.

Você é poema,
E me faz ser poema ao seu lado.


Foto: Tumblr